sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Você tem um animal de estimação e ele é como um filho para você, portanto seu desejo maior é tê-lo ao seu lado em todos os lugares? Se você morar em São Paulo, você vai me achar meio doida por escrever sobre isso, afinal, tem alguns shoppings que deixam cachorro entrar, né? Se você morar em Brasília, você vai falar: "Cachorro? Em shopping? WHAT?" Na minha época (orrô que o negócio está feio pro meu lado!), em Brasília só era possível entrar com cachorro no parque da cidade, no eixão e pronto. Aqui em Viena, por onde você anda, tem alguém com cachorro ao lado. Em restaurantes também. Vou contar outra coisa: a minha Lhasa Apso (não conhece essa raça? Veja qual é aqui) chamada Frinfrin (na verdade o nome dela é Sofia, mas eu a chamo de Frinfrin, Fia, Fronha, Frofrinfrua, Sofiscleida, Sofis...) é do mesmo tamanho da pulga dos cachorros daqui. Vienense curte cachorro grande, pelo que eu percebo. Schatz e eu estamos até sonhando com um Golden Retriever! Claro que sonhar é uma coisa, ter é outra. Nós amamos cachorros, mas a gente viaja com frequência e como vamos fazer para deixar o Rex ou a Rexa em casa sozinho(a)? Não tem como! Hotel para cachorros também não vejo como uma possibilidade. Uma amiga veterinária viajou para Grécia com a família e deixou o cachorro dela na casa de uma amiga - depois de tentar com outras 200 amigas. Então, se hotel para cachorros não é opção para uma veterinária austríaca, não vai ser para o meu au aukraut também não!

Voltando ao restaurante, se você quiser levar seu cachorrinho para jantar contigo, pode tranquilo. Ainda pode pedir tigela de água e o garçom voltará com a tigela e com um biscoitinho ou algo para o Rex comer. Metrô também é liberado! Liberado = se o animal for pequeno, deve estar naquelas caixas para viagem, sabe? Se for grande, tem que usar focinheira + coleira e você pagará metade da passagem.

Observação: em restaurantes, cafés e etc, só pode levar cachorros!

É comum encontrar isso aqui na entrada de várias lojas:

Agora segure o coração: quando eu era criança, eu amava aqueles stands em shopping com vários tipos de doces e você podia colocar o que quisesse em um saquinho para depois pesar, sabem? Pois é. Aqui em Viena tem uma Pet Shop onde tem um treco desses só que com ração. Váaaarios tipos, você ainda pode dar um para o Rex experimentar e, se ele não gostar, você parte pro próximo tipo de ração. Dá para acreditar? Veja com seus próprios olhos:

Demais, né?

Leitor pergunta: Ai... Eu tenho um réptil em casa, como faço?
Scho Schee responde: Deixe em casa. Beijos.
Leitor afirma: preconceito com gatos, hein?

AHÁ! Os gatos têm um café só para eles, meu bem! O nome é Cafe Neko. Olhem a reportagem em português sobre o Cafe Neko aqui!

Para finalizar, vai uma foto da musa inspiradora deste post:

Fifi, venha pra cá, trem!!


Café Neko
Endereço: Blumenstockgasse 5, esquina com a Ballgasse - Viena.
Site: http://www.cafeneko.at/
Aberto todos os dias das 10 às 20h.

, , , ,

2 comentários até agora

  1. camilla e. diz:

    Sofiaaaa, coisinha mais linda!!! Ciça, coisinha mais linda também!!!

    Responder comentário

  2. Também tenho um totó! =D

    Infelizmente aqui em Brasília ainda não podemos entrar com os nossos amiguinhos em qualquer lugar!
    Uauuuu adorei o stand de ração aiahiuahiuahiahiahui

    A Fifi iria adorar ;)

    Responder comentário

Comente!